SMAL11: o ETF de Small Caps que potencializa o seu portfólio 

O SMAL11 é um ETF negociado na B3 cuja carteira inclui ações de empresas pequenas e médias, conhecidas como Small Caps. Investir no SMAL11 oferece as seguintes vantagens: potencial de retorno, diversificação e facilidade de negociação.

Escrito por

Compartilhe:

Se você está aqui, é porque entende o potencial de possuir Small Caps em sua carteira de investimentos e deseja conhecer o SMAL11.  

Significa, também, que você está interessado em realizar um investimento por meio de ETFs, pois entende um pouco das facilidades que eles podem trazer.  

Ao longo deste artigo, você terá acesso a informações que vão lhe ajudar a investir no ETF de Small Caps da B3.  

Para tanto, vamos explorar os seguintes tópicos:  

  • Introdução a Small Caps e sua importância no mercado financeiro; 
  • O que é um ETF e como funciona; 
  • Apresentação do SMAL11 e seus benefícios; 
  • Estratégias para otimizar o portfólio com o SMAL11; 
  • Performance passada e perspectivas futuras do SMAL11. 

Introdução a Small Caps e sua importância no mercado financeiro 

As Small Caps ocupam um lugar de destaque no mercado de ações. São empresas de menor capitalização, mas com grande potencial de crescimento. Ou seja, investir nessas empresas pode trazer oportunidades únicas para os investidores em busca de valorização.  

Sobretudo, com a volatilidade presente no mercado, muitos investidores buscam alternativas além das ações de grandes empresas. Dessa forma, investir em Small Caps oferece a chance de investir em companhias em estágios iniciais de desenvolvimento, com um potencial de crescimento ainda maior.  

Sendo assim, ao optar por investir em Small Caps, é possível diversificar o portfólio, reduzindo os riscos e aumentando as chances de obter retornos expressivos. Essas empresas têm maior flexibilidade para inovar e crescer rapidamente em setores promissores.  

As Small Caps são impulsionadas pela dinâmica do mercado, que permite a identificação de oportunidades de investimento antes que se tornem amplamente conhecidas. Para simplificar, isso significa que o resultado advém da capacidade do investidor de antecipar seu crescimento.  

Mas existe outra forma de o investidor obter esses retornos, sem grandes esforços de obtenção de informação do mercado. Ou seja, basta ele simplesmente investir na maioria das Small Caps negociadas na bolsa.  

E é exatamente isso que o SMAL11 oferece: a possibilidade de investir nas principais Small Caps do mercado em uma única operação.  

Ao longo deste texto, exploraremos o SMAL11, um ETF focado em Small Caps. Além disso, veremos como ele pode ser uma opção interessante para potencializar o seu portfólio de investimentos. Estudaremos suas características, os benefícios e as estratégias para aproveitar ao máximo o potencial dessas empresas promissoras.  

O que é um ETF e como ele funciona 

Os ETFs, ou Exchange Traded Funds, são produtos financeiros cada vez mais populares entre os investidores, uma vez que eles funcionam de maneira simples e transparente. São estruturados para replicar o desempenho de um índice específico, como o índice de Small Caps.   

Uma das principais vantagens dos ETFs é a sua negociação em bolsa, de forma semelhante às ações. Isso significa que você pode comprar e vender cotas do ETF ao longo do dia, de acordo com a flutuação do mercado.  

Os ETFs oferecem ao investidor diversificação instantânea, por serem compostos por um conjunto de empresas. Isso reduz os riscos associados a investimentos em ações individuais e permite que você participe dos ganhos do mercado como um todo.  

Além disso, os ETFs também são uma opção acessível, pois possuem um valor mínimo de investimento relativamente baixo. Isso permite que investidores de diferentes perfis e níveis de capital participem do mercado de forma mais ampla.  

Quer saber mais sobre ETFs? Então, leia o Guia completo. 

Painel luminoso de cotações representando cotação de um ETF

Apresentando o SMAL11 e os seus benefícios 

O SMAL11 é um ETF especialmente projetado para investidores interessados em aproveitar o potencial de crescimento das Small Caps. Como falamos anteriormente, o ETF replica um índice de referência que, neste caso, é o SMLL B3 Small Cap.  

O SMLL B3 é um índice da B3. Ele nasce do resultado de uma carteira teórica de ativos, elaborada por uma metodologia específica da bolsa. Seu objetivo é ser o indicador do desempenho médio das cotações dos ativos de uma carteira composta pelas empresas de menor capitalização. Essas empresas menores têm o apelido de “small caps”, em que small significa “de pequeno porte” e cap significa capitalização.  

Ao investir no SMAL11, você adquire uma cesta diversificada de ações de diferentes empresas, proporcionando uma exposição ampla e equilibrada às Small Caps. Alguns exemplos dessas empresas são Natura, Arezzo, Usiminas e Intelbras.  

Uma das vantagens do SMAL11 é a praticidade que ele oferece aos investidores. Ou seja, ao adquirir cotas desse ETF, você se torna um acionista de todas as empresas que fazem parte do índice. Como resultado, isso elimina a necessidade de selecionar individualmente cada ação e acompanhar seu desempenho.  

Por ser um ETF, o SMAL11 permite que você invista com um aporte inicial relativamente baixo. Isso possibilita a participação de investidores com diferentes capacidades financeiras, tornando o investimento em Small Caps mais acessível a toda comunidade.  

É importante ressaltar que o SMAL11 é gerido por profissionais especializados, que aplicam estratégias para buscar resultados para o fundo por meio do índice de referência. Isso significa que você conta com a expertise desses gestores para tomar as melhores decisões de investimento.  

Estratégia s para otimizar o portfólio com o SMAL11 

A inclusão do SMAL11 em um portfólio bem diversificado pode potencializar os resultados dos investidores interessados em Small Caps. Existem diversas estratégias que podem ser adotadas para otimizar o uso deste ETF.  

A primeira delas é combinar o SMAL11 com outros ETFs ou fundos que representam diferentes setores ou regiões. Assim, essa abordagem permitirá uma exposição ainda mais ampla e diversificada, reduzindo os riscos concentrados em um único segmento.  

A segunda estratégia é realizar aportes periódicos no SMAL11, utilizando a estratégia conhecida como “dollar cost averaging” (custo médio). Com essa abordagem, você investe uma quantia fixa regularmente no ETF, independentemente do preço. Isso ajuda a mitigar os efeitos da volatilidade do mercado ao longo do tempo.  

Também é possível utilizar o SMAL11 como uma forma de equilibrar o risco do portfólio, pois as Small Caps apresentam maior volatilidade do que as grandes empresas. Portanto, ao incluir o SMAL11, você pode compensar parte do risco associado a outras classes de ativos.  

Por fim, é importante estar atento ao mercado e às tendências das Small Caps. Monitorar o desempenho das empresas que compõem o SMAL11 pode ajudar a tomar decisões informadas sobre o investimento nesse ETF.  

Performance do SMAL11 

Por meio do site Bora Investir é possível comparar os resultados passados do SMAL11 com qualquer outro ETF de sua preferência.  

Abaixo, segue o gráfico comparando o SMAL11 com o BOVA11 entre meados de 2018 e 2023. No período, o principal ETF da bolsa brasileira demonstrou melhor performance que o SMALL11.  

Comparação entre BOVA11 e SMAL11

Fonte: Extraído da B3 

Esperamos que você possa, com estas informações, considerar melhor a participação das Small Caps em seu portfólio.   

Leia mais:

Entenda e invista em ETFs de renda variável: Guia completo

O que é e como investir em ETF?

O que são ETFs e como investir: Guia completo

Continue com a gente. Continue com a MELVER!  

Veja mais

Neste artigo, mostramos um passo a passo para você acessar o site do Bacen e consultar as taxas de juros praticadas pelas instituições financeiras em seus mais diversos segmentos, do rotativo do cartão de crédito até o financiamento imobiliário.
Aprenda a contornar objeções em assessoria financeira. Descubra estratégias eficientes para lidar com clientes, prospects e leads. Alcance a alta performance com o MELVER Pro.
Aprenda a fazer prospecção ativa na assessoria financeira. Encontre leads qualificados e conduza-os pela jornada de vendas. Conheça as melhores estratégias com o MELVER Pro.