Proteção aos cooperados: conheça o FGCoop

O Fundo Garantidor do Cooperativismo de Crédito (FGCoop), criado pelo Bacen em 2013, atua como salvaguarda para os investidores em cooperativas de crédito, garantindo depósitos de até R$ 250 mil e proporcionando segurança e competitividade no setor.

Escrito por

Compartilhe:

No âmbito financeiro brasileiro, o FGCoop emerge como um bastião de segurança e confiança. Este fundo, integrante vital do sistema cooperativo, resguarda os interesses dos cooperados, garantindo estabilidade e tranquilidade. Portanto, entender a sua mecânica e a sua importância se faz indispensável.

Em meio à incertezas econômicas, a segurança financeira se destaca como pilar fundamental. Ao longo deste artigo, vamos explorar detalhadamente o papel vital que o FGCoop desempenha. Desse modo, propomos uma análise meticulosa das características e dos benefícios que ele oferece.

Convidamos você a mergulhar conosco nesta jornada informativa e esclarecedora. Através deste conteúdo, visamos não apenas informar, mas também proporcionar uma compreensão profunda e atualizada sobre o FGCoop. Assim, poderemos construir juntos um entendimento sólido e criterioso acerca deste mecanismo de proteção.

Um refúgio seguro para os seus investimentos

Semelhante ao papel desempenhado pelo FGC, o FGCoop surgiu como um mecanismo adicional de proteção aos investidores que escolhem investir seus recursos e usar os serviços das cooperativas. Dessa forma, ele atua para proporcionar um ambiente de investimento mais seguro e atraente, respaldando o valor investido sob certas condições pré-estabelecidas. Mas para entendermos melhor como isso funciona, vamos aprofundar um pouco mais.

Conhecendo o FGCoop

Criado em 2013 pelo Banco Central do Brasil (Bacen), o FGCoop veio com o objetivo de nivelar as oportunidades de competição entre as cooperativas e os bancos comerciais. Ele assegura tanto os depositantes quanto os investidores das instituições filiadas, com uma garantia que alcança até R$ 250 mil por CPF.

Estrutura e governança

Diferenciando-se por sua estrutura jurídica, o FGCoop se constitui como uma associação civil de caráter nacional, sem fins lucrativos. Ele agrega todas as cooperativas singulares de crédito que captam depósitos, além dos bancos cooperativos Bancoob e Banco Sicredi.

O conselho administrativo do FGCoop compõe-se de seis representantes das cooperativas e dois membros independentes, mantendo uma gestão transparente e regida por normas. O Bacen deve aprovar as nomeações. As instituições filiadas asseguram a sustentabilidade financeira ao contribuírem mensalmente com 0,0125% sobre os saldos das contas sob sua proteção.

Aplicações resguardadas pelo FGCoop

Mãos separando moedas em blocos, representando a segurança do FG CoopQuando falamos de segurança nos investimentos, é fundamental entender quais são os tipos de aplicações que são cobertas por esta garantia. O FGCoop estende sua proteção a uma gama diversificada de créditos emitidos por cooperativas, que incluem:

  • Depósitos à vista ou que podem ser retirados com aviso prévio;
  • Poupanças;
  • Depósitos a prazo, que abrange certificados como RDC, RDB e CDB;
  • Contas específicas para gerenciamento de recursos voltados para o pagamento de salários, aposentadorias, pensões, entre outros;
  • Uma variedade de letras de crédito e câmbio.

Além disso, engloba operações compromissadas que têm como objeto títulos emitidos após 8 de março de 2012 por empresa associada.

Procedimentos de pagamento em casos de intervenção ou liquidação

Peças de madeira com números e símbolos de operação matemática, representando os procedimentos de pagamento do FG Coop

Se ocorrer a intervenção ou liquidação extrajudicial de uma cooperativa de crédito, inicia-se um processo para garantir a recuperação dos créditos. Obviamente que se deve respeitar os limites e requisitos estabelecidos pelo FGCoop. Este procedimento, delineado em várias etapas, inclui:

  • A nomeação de um interventor ou liquidante responsável pela organização da lista de credores beneficiados;
  • A determinação dos valores a serem pagos, realizada pelo FGCoop, levando em conta as retenções devidas;
  • A seleção de uma cooperativa próxima para facilitar o pagamento das garantias;
  • A publicação de um edital com informações detalhadas sobre o processo de pagamento;
  • O recebimento dos valores, que pode ser realizado tanto em espécie quanto via transferência bancária, sem custos adicionais para o beneficiário.

FGCoop e FGC

Ao analisarmos o FGCoop em conjunto com o FGC, observamos que eles são parecidos. Ambos têm como missão central assegurar que os credores recebam seus valores em casos de intervenção ou liquidação extrajudicial das instituições financeiras cobertas.

Contudo, existem nuances que diferenciam esses dois organismos. Enquanto o FGCoop foca especificamente no segmento das cooperativas de crédito, o FGC estende sua garantia a uma gama mais ampla de instituições. Em outras palavras, o FGC inclui os bancos de investimento, a Caixa Econômica Federal e sociedades de crédito, financiamento e investimento.

No que se refere aos limites de cobertura, ambos oferecem uma garantia de até R$ 250 mil por pessoa (física ou jurídica). Porém, o FGC estabelece um teto de R$ 1 milhão por CPF ou CNPJ num intervalo de quatro anos, uma restrição que não é observada no caso do FGCoop.

📰 Saiba mais:

Risco de Crédito: como o calote pode afetar os investimentos

Intermediários financeiros: entenda o que são e suas funções

Veio para ficar

Diante do que falamos, fica evidente a relevância do Fundo Garantidor do Cooperativismo de Crédito no cenário financeiro brasileiro. Sua presença não apenas incentiva investimentos mais seguros e confiáveis, mas também fortalece o sistema financeiro cooperativo, fomentando uma competição mais justa e equilibrada no setor financeiro.

Portanto, ao decidir onde investir, considere as garantias oferecidas por entidades como o FGCoop. Elas servem como um sinal de tranquilidade e segurança, permitindo que você faça escolhas mais informadas e protegidas.

Se você deseja continuar expandindo seu conhecimento no universo financeiro, mantenha-se atualizado com as últimas notícias e tendências. A informação é, sem dúvida, sua maior aliada na construção de um portfólio de investimentos sólido e seguro.

📰 Saiba mais:

Conheça as cooperativas de crédito

Mais proteção, mais confiança: aumento no valor máximo do Mecanismo de Ressarcimento de Prejuízos (MRP) eleva proteção ao investidor.

Continue com a gente. Continue com a MELVER!

Veja mais

Aprenda a contornar objeções em assessoria financeira. Descubra estratégias eficientes para lidar com clientes, prospects e leads. Alcance a alta performance com o MELVER Pro.
Aprenda a fazer prospecção ativa na assessoria financeira. Encontre leads qualificados e conduza-os pela jornada de vendas. Conheça as melhores estratégias com o MELVER Pro.
Conheça técnicas eficazes para captar clientes na assessoria financeira. Descubra como abordar, engajar e converter leads em clientes satisfeitos. Aperfeiçoe suas habilidades com o MELVER Pro.