Conheça as diferenças do Pix para outros meios de pagamento

Neste artigo, apresentamos as diferenças do Pix para outros meios de pagamento. O Pix é o meio de pagamento instantâneo criado pelo Banco Central do Brasil. Com ele, os recursos são transferidos entre contas em poucos segundos, a qualquer hora ou dia.

Escrito por

Compartilhe:

Conheça as diferenças do Pix para outros meios de pagamento como boleto, TED, DOC, transferências e cartões. O Pix é o meio de pagamento que está revolucionando as transações financeiras no Brasil. Nesse artigo, apresentaremos as principais diferenças para outros meios de pagamentos, a saber:

  • velocidade;
  • disponibilidade;
  • custo;
  • facilidade;
  • segurança;
  • benefícios.

O que é o Pix? Quais as diferenças para outros meios de pagamento?

O Pix é um meio de pagamento criado pelo Banco Central do Brasil em 2020, que permite transferir recursos entre contas de pessoas e empresas em poucos segundos, a qualquer hora ou dia, de forma prática, rápida e segura. Você pode fazer um Pix a partir de uma conta corrente, conta poupança ou conta de pagamento pré-paga.

A compensação e liquidação das transferências via Pix é instantânea e irrevogável. Portanto, assim como uma transferência é fácil de ser feita e rápida, da mesma forma, ela também não pode ser cancelada.

O lançamento do Pix revolucionou o sistema financeiro e os arranjos de pagamentos, ademais o sistema funciona 24 horas por dia e todos os dias da semana. Estas características o tornam extremamente conveniente para quem precisa fazer pagamentos, bem como receber dinheiro em horários fora do expediente bancário.

Esse é só um dos avanços que diferencia o Pix de boletos, TEDs e DOCs. Para entender melhor as diferenças do Pix para outros meios de pagamento em alguns aspectos importantes, siga conosco nesse artigo.

📰 Saiba mais:

Como funciona o Pix?

Velocidade: mais rápido que outros meios de pagamentos

Pix é instantâneo, ou seja, a transação é concluída em até 10 segundos. 

Velocímetro representando a velocidade do pix

Isso significa que o dinheiro sai da conta do pagador e entra na conta do recebedor quase que imediatamente, por outro lado, os outros meios podem levar mais tempo para serem processados ou reconhecidos. Veja abaixo as diferenças para outros meios de pagamento:

– Boleto: pode demorar até três dias úteis para compensar;

– TED: só funciona em dias úteis e até as 16h45 para compensação e liquidação no mesmo dia;

– DOC: só é efetivado no dia seguinte;

– Transferências entre contas da mesma instituição: dependem do horário de funcionamento do banco.

Disponibilidade

O Pix funciona 24 horas por dia, sete dias por semana, inclusive em feriados. Isso significa que você pode fazer ou receber um Pix a qualquer momento, sem se preocupar com horários ou datas, entretanto, outros meios de pagamento têm restrições de horário ou data.

Por exemplo, o boleto só pode ser pago em horário bancário, enquanto a TED e o DOC só podem ser feitos em dias úteis, de modo semelhante, os cartões podem ter limites diários ou mensais.

Sem custo, ao contrário de outros meios de pagamento

O Pix é gratuito para pessoas físicas e microempreendedores individuais (MEIs) nas transações com finalidade pessoal.

Isso significa que você não paga nada para fazer ou receber um Pix nessas condições, enquanto outros meios podem ter tarifas cobradas pelas instituições financeiras ou pelos estabelecimentos comerciais.

Por exemplo, o boleto pode ter taxa de emissão ou de segunda via, enquanto a TED e o DOC podem ter custo variável conforme o valor ou o canal utilizado, finalmente, os cartões podem ter anuidade ou juros.

Facilidade

O Pix pode ser feito usando apenas uma chave cadastrada pelo usuário (que pode ser CPF/CNPJ, celular, e-mail ou código aleatório), sem precisar informar dados bancários do recebedor, logo, isso significa que você não precisa decorar nem digitar números de agência, conta, banco etc. para fazer um Pix.

Para tanto, basta informar a chave do recebedor (ou ler um QR Code) e confirmar a operação, por outro lado, outros meios exigem mais informações para realizar a transação.

O boleto, por exemplo, precisa ser emitido pelo recebedor com código de barras, ao passo que a TED e o DOC precisam dos dados da conta bancária do recebedor (banco, agência e conta), do mesmo modo, os cartões precisam de número do cartão, data de validade e código de segurança.

Segurança

Celular, tablet e notebook presos por uma corrente e cadeado representando segurança.Pix usa tecnologia avançada para garantir a autenticidade das transações e evitar fraudes, além disso, o usuário pode definir limites máximos para as operações com Pix conforme seu perfil e sua necessidade.  

O Pix também conta com as mesmas camadas de autenticação e criptografia usadas em outras formas de transferência bancária, como DOC ou TED. De acordo com o Manual de Segurança do Pix, publicado pelo Banco Central do Brasil, a segurança foi um dos pilares do desenvolvimento do sistema de pagamentos instantâneos.

Os outros meios também têm mecanismos de segurança, mas podem apresentar vulnerabilidades ou riscos maiores. Golpistas falsificam boletos com alteração do código de barras. Enquanto a TED e o DOC podem ser desviados para contas erradas e, finalmente, os cartões que podem ser clonados ou roubados.

Benefícios

O Pix traz benefícios tanto para quem paga quanto para quem recebe, logo, essa é sua maior vantagem.

Para quem paga, o Pix é uma forma simples, rápida e barata de transferir dinheiro ou pagar por produtos e serviços, do mesmo modo, para quem recebe, o Pix é uma forma de receber dinheiro na hora, sem intermediários, burocracia nem taxas extras.

Ademais, o Pix também facilita a inclusão financeira, pois permite que pessoas sem conta bancária possam usar uma conta de pagamento pré-paga para fazer ou receber um Pix, por outro lado, os outros meios também têm benefícios, mas podem ter desvantagens ou limitações.

Por exemplo, quem não tem conta bancária pode usar o boleto, mas tem custo de emissão e demora na compensação. Já, a TED e o DOC permitem a transferência de valores altos, mas têm tarifas elevadas e horários restritos. Por fim, os cartões podem oferecer vantagens como parcelamento ou cashback, mas têm anuidade ou juros.

Já tem o seu?

Como você viu, o Pix é um meio de pagamento que se diferencia dos outros em vários aspectos. Ele é uma alternativa mais moderna, eficiente e segura para realizar transações financeiras no dia a dia. Se você ainda não experimentou o Pix, que tal se cadastrar em uma instituição financeira ou de pagamentos que ofereça o serviço?

Você vai se surpreender com a praticidade e a rapidez do Pix, no entanto, cuidado com os espertalhões, leia nosso artigoNão caia no golpe do Pix para evitar situações desagradáveis e garanta o uso mais seguro dessa ferramenta fantástica.

📰 Saiba mais:

Sistema Financeiro Nacional: entenda sua composição

Como fazer um Pix?

Cuidado com o golpe do Pix

Quer conhecer estatísticas curiosas sobre o Pix? No site do Banco Central do Brasil você pode ver as mais diversas estatísticas bem como verificar se seu banco já aderiu ao Pix.

Veja mais

Aprenda a contornar objeções em assessoria financeira. Descubra estratégias eficientes para lidar com clientes, prospects e leads. Alcance a alta performance com o MELVER Pro.
Aprenda a fazer prospecção ativa na assessoria financeira. Encontre leads qualificados e conduza-os pela jornada de vendas. Conheça as melhores estratégias com o MELVER Pro.
Conheça técnicas eficazes para captar clientes na assessoria financeira. Descubra como abordar, engajar e converter leads em clientes satisfeitos. Aperfeiçoe suas habilidades com o MELVER Pro.