Conheça os Túneis de Negociação da B3

Este artigo explora os túneis de negociação da B3, destacando sua função, tipos e importância no mercado de ações. Aborda como influenciam a eficiência e segurança das operações financeiras.

Escrito por

Compartilhe:

Neste artigo desvendaremos o papel dos túneis de negociação da B3, uma ferramenta menos conhecida, mas de muita importância para o funcionamento do mercado de ações.

Os túneis de negociação representam os mecanismos e caminhos pelos quais ocorrem as execuções das transações de ações. Eles são fundamentais para a eficiência e segurança do mercado, garantindo a fluidez e a integridade das operações financeiras. Ao compreender esses túneis, investidores e empresas ganham uma visão mais clara sobre como maximizar seus investimentos e estratégias de mercado.

Neste contexto, a B3 não apenas facilita, mas também regulamenta as atividades de negociação. Isso envolve um conjunto complexo de regras e procedimentos que garantem a realização de todas as operações de forma justa e transparente. Portanto, os túneis de negociação são mais do que simples canais de transação; eles são uma das ferramentas que sustenta a confiança no mercado de capitais brasileiro.

Você conhecerá a estrutura, o funcionamento e a importância dos túneis de negociação. Entenderemos como eles impactam diariamente o mercado de ações e a economia como um todo. Por isso convidamos você a mergulhar conosco neste tema fascinante, que é peça-chave para o dinamismo do mercado financeiro brasileiro.

Os Túneis de Negociação da B3

túneis de negociação na B3

Os túneis de negociação da B3 são estruturas fundamentais que permitem a execução eficiente de operações no mercado de ações. Eles representam os caminhos, intervalos pelos quais ocorrem os processamentos das ordens de compra e venda de ativos dentro de limites mínimos e máximos.

Cada túnel possui características específicas, adaptadas para atender diferentes tipos de operações e estratégias de investimento. Por exemplo, alguns túneis usam otimização  para transações de alto volume, enquanto outros focam em velocidade de execução.

A B3, ao oferecer estes túneis de negociação, garante que todas as transações ocorram de forma segura e regulamentada. Isso é crucial para manter a confiança dos investidores no mercado. Além disso, a B3 constantemente atualiza e aprimora seus túneis para assegurar que estejam alinhados com as melhores práticas globais e tecnologias avançadas. Assim, eles desempenham um papel vital na manutenção da eficiência e integridade do mercado de capitais.

Entender a funcionalidade dos túneis de negociação é fundamental para os investidores. Cada túnel tem suas peculiaridades e regras, que influenciam diretamente a estratégia de negociação. Por exemplo, alguns túneis podem ser mais adequados para investimentos de longo prazo, enquanto outros se encaixam melhor em estratégias de day trading. Portanto, uma compreensão aprofundada dos túneis pode levar a decisões de investimento mais informadas e bem-sucedidas.

Além disso, os túneis de negociação da B3 desempenham um papel importante na mitigação de riscos. Eles possuem sistemas de segurança integrados para detectar e prevenir atividades fraudulentas ou anômalas. Por isso, os investidores podem operar com maior segurança, sabendo que seus investimentos estão protegidos.

São três os tipos de túneis: túnel de rejeição, túnel de leilão e túnel de proteção.

Túneis de Rejeição

O túnel de rejeição é uma medida de segurança que ajuda a evitar que alguém coloque uma oferta que não esteja de acordo com o esperado no sistema de negociação. É como um filtro que só deixa passar ofertas que estejam dentro de um certo preço, que geralmente é o valor do último negócio feito. Isso faz com que a chance de erros seja bem menor.

Por exemplo, digamos que o preço de mercado de um determinado ativo esteja cotado em R$ 50,00. Um túnel de rejeição entre R$ 54,00 e R$ 46,00 impediria que uma ordem de venda, R$ 5,00, dada por engano por um investidor, seja aceita. Assim, em uma situação do tipo, a ordem seria rejeitada, já que o túnel só aceitaria ordens entre o intervalo de R$ 54,00 e R$ 46,00.

Túneis de Leilão

O túnel de leilão age como um corredor mais apertado que o túnel de rejeição, atuando como um gatilho para a iniciação automática de um leilão. Este procedimento é uma ferramenta do sistema de negociação para responder a movimentos bruscos no preço de um ativo, em um dado momento.

O leilão serve para proteger investidores, tanto compradores quanto vendedores. Por exemplo, quando uma ação começa uma queda de preços muito forte, então haverá paralização da negociação no mercado regular.

Neste caso a B3 trabalharia para que um novo preço teórico fosse formado, influenciando diretamente a negociação. Isso serviria para “colocar ordem” nos negócios e evitar grandes perdas aos investidores. O mesmo se aplicaria no caso de uma ação que apresentasse grande alta, já que isso prejudicaria os investidores que estivesses “vendidos”. Estar vendido, no mercado, é vender algo que não se tem, utilizando, para tanto, o aluguel de ativos.

Existem três categorias de túnel de leilão, cada uma deflagrando automaticamente o leilão com base em diferentes referências de preço:

  • O preço do último negócio realizado;
  • O preço médio ponderado, que é calculado a partir de um conjunto de negociações em um período específico;
  • O preço de abertura do ativo, que é o primeiro preço registrado no início do pregão.

Túneis de Proteção

O túnel de proteção é uma faixa de preço que, se ultrapassada, posterga automaticamente a conclusão de leilões ou chamadas de abertura e fechamento. O mecanismo também visa manter a estabilidade do mercado ao ajustar o tempo de duração de um leilão se os preços teóricos excederem os limites estipulados.

Esse túnel se divide em duas categorias principais:

  • O Túnel de Proteção de Quantidade, que estabelece um teto para a soma das quantidades de ofertas de uma corretora durante o leilão. Se esse teto for excedido, o fechamento automático do leilão é interrompido, cabendo à supervisão de mercado decidir os próximos passos;
  • O Túnel de Proteção de Concentração, que limita a participação percentual de uma corretora no leilão, seja em compras ou vendas. Se esse limite for ultrapassado, o encerramento automático do leilão também é suspenso, transferindo a decisão para a supervisão de mercado.

Percebeu como os túneis agem para melhor dispor as negociações em bolsa? Sem eles, erros operacionais gravíssimos, além de perdas por grandes flutuações, prejudicariam muitos investidores.

Se você gostou deste conteúdo técnico e quer aprender muito mais sobre o mercado financeiro, continue com a gente. A MELVER foi o destaque entre as escolas de certificação e formação do mercado financeiro em 2022 e 2023.

📰 Saiba mais:

Risco de Mercado: manual completo

Qual o risco de comprar opções?

Conheça a Classificação de Fundos Imobiliários da ANBIMA por segmento de atuação

Bons estudos!

Veja mais

Neste artigo, mostramos um passo a passo para você acessar o site do Bacen e consultar as taxas de juros praticadas pelas instituições financeiras em seus mais diversos segmentos, do rotativo do cartão de crédito até o financiamento imobiliário.
Aprenda a contornar objeções em assessoria financeira. Descubra estratégias eficientes para lidar com clientes, prospects e leads. Alcance a alta performance com o MELVER Pro.
Aprenda a fazer prospecção ativa na assessoria financeira. Encontre leads qualificados e conduza-os pela jornada de vendas. Conheça as melhores estratégias com o MELVER Pro.